Mara Lima contesta a falta de grupos evangélicos em Virada Cultural no PR


Deputada afirmou em discurso que a música gospel também é uma manifestação cultural

No dia 11 de novembro o estado do Paraná organizou sua primeira Virada Cultural, durante 24 horas a população de diversas cidades pode participar de eventos artísticos como música, teatro, circo, artes plásticas e outros.

A cantora Mara Lima que é deputada estadual reclamou da falta de representantes da música gospel no evento de Curitiba, usando a tribuna da Assembleia Legislativa do Paraná para protestar, já que a música gospel já é reconhecida pelo governo federal como manifestação cultural.

“A música gospel ocupa hoje um lugar de destaque no cenário nacional, sendo a música cristã, apresentada em programas de destaque da televisão brasileira”, disse a deputada.

Mara Lima quer que no evento de 2013 a música gospel faça parte das apresentações da Virada Cultural. “Não se trata da instituição Igreja, se trata de uma cultura musical, indiferente se esta é cristã ou não. Mas, nossa voz não se calará, até que vejamos a música gospel incluída na programação de 2013 na Virada Cultural”.

A rádio Band News de Curitiba chegou a conversar com André Egg, coordenador do curso de música popular da Faculdade de Artes do Paraná para comentar o assunto e ele se mostrou contrário ao posicionamento da deputada. Para Egg a música gospel é muito ampla e o poder público não pode contratar um grupo de uma igreja, por exemplo, e deixar outras de fora.

Fonte: Blog do Tiago Bertulino

0 comentários:

Postar um comentário