Boicote evangélico? Ibope de Salve Jorge continua caindo

Ibope da novela global não consegue o mesmo sucesso do folhetim anterior.


Críticos da TV comentam a baixa audiência da novela Salve Jorge, mesmo com média de 30 pontos no ibope a novela das 21h da Rede Globo em alguns dias marca apenas metade do que a anterior, Avenida Brasil, marcava.
Um dos piores índices foi aferido no dia 20 de novembro quando a novela de Glória Perez marcou apenas 23 pontos. O jornalista Lauro Jardim da revista Veja escreveu em sua coluna que a emissora poderia criar uma campanha intitulada “Salvem Salve Jorge” para tentar recuperar a audiência do horário.
Na coluna F5, da Folha de São Paulo, os baixos índices ganham algumas justificativas como os temas repetidos sobre amor proibido entre pessoas de classes sociais e também ao fato da novela estar ambientalizada no Complexo do Alemão, ao contrário da novela anterior que ganhou um bairro fictício, que apesar de representar um subúrbio mostrava uma vizinhança feliz e sem pobreza.
Apesar de não haver provas, o boicote promovido por evangélicos também pode estar influenciando os baixos números do ibope. Desde o lançamento da novela em outubro a trama tem despertado polêmica entre religiosos.
Edir Macedo colocou a reprise da minissérie Rei Davi para tentar competir com a novela das 21h, mas a audiência da Record não passa de 10 pontos.
Outro líder evangélico que pediu para que os evangélicos não assistissem ao folhetim foi Silas Malafaiaque resolveu responder a uma crítica da autora. “Vou ser curto e grosso! Acho que evangélicos não devem assistir novelas para não ampliar a voz dos imbecis que as escrevem!”, disse ele depois de ouvir Glória Perez chamando os evangélicos de imbecis.
Autora se estressa com evangélicos no Twitter
Através do Twitter a autora de Salve Jorge recebe varias críticas, muitas vindas de evangélicos que aproveitam as redes sociais para tentar mostrar sua indignação com o tema da novela.
Semanas atrás Glória Perez não gostou das mensagens que estava recebendo desse público e acabou criticando a forma autoritária como muitos evangélicos se comportam nas redes sociais querendo impor suas crenças aos demais.
“Saco esses fundamentalistas daqui: sou católica sim, dāo licença, aiatolás? Nem Jesus teve paciência, expulsou a chicote os vendilhões do templo”, escreveu.
Um dia depois a autora foi incomodada mais uma vez e precisou bloquear alguns usuários. “Tem um povinho chaaaato querendo proibir a gente de ser católico, de torcer pelo Corinthians… Só Jesus na causa! affff!”.
Fonte gospel Primer

0 comentários:

Postar um comentário