Magno Malta pode ser relator do PL 122 com saída de Marta Suplicy


Com a saída de Marta Suplicy (PT-SP) do Senado, para assumir o Ministério da
Cultura, o senador Magno Malta (PR-ES) enviou um ofício para o presidente da Comissão de Direitos Humanos do Senado, Paulo Paim (PT-RS) para se tornar o relator do projeto de lei complementar 122/2006.
O senador capixaba é evangélico e sempre se posicionou contra o projeto, que chegou a ser arquivado e só voltou a ser discutido com a eleição de Marta que se tornou a relatora do mesmo.
Ao colunista do Poder Online, Malta teria explicado os motivos que o fizeram pedir a relatoria do projeto que criminaliza toda opinião contrária a homofobia.
“Primeiro, porque acho que ela caberia ao suplente da Marta, o vereador paulistano Antônio Carlos Rodrigues, que é do PR e evangélico como eu, mas não irá assumir no Senado. Depois, porque o Paulo Paim é pai e sogro de pastores evangélicos e tem o compromisso conosco de não favorecer a aprovação deste projeto”.
O substituto de Marta na relatoria desse projeto será definido ainda esta semana. Marta indicou a senadora Lídice da Mata (PSB-BA) indicada pelo Movimento LGBT. A coluna Poder Online acredita que Paim pode não aceitar a nomeação de Magno Malta por defender que o substituto seja nomeado pelo PT
Fonte: Gospel Prime

0 comentários:

Postar um comentário