Magno Malta contesta regulamentação de rádio e TV que proíbe a venda de horários


O senador lembra do que disse o ministro Gilberto Carvalho sobre disputar a opinião da classe C com os líderes religiosos
Em seu discurso no Plenário, o senador Magno Malta (PR-ES) falou contra o chamado “novo marco regulatório da radiodifusão” que tem como objetivo proibir a venda de grades de televisão e emissoras de rádio.

A medida vai atingir principalmente os pastores que como Silas MalafaiaValdemiro Santiago e outros pagam mensalmente milhões de reais para transmitirem suas mensagens para milhões de brasileiros.
Em defesa principalmente do pastor presidente da IgrejaAssembleia de Deus Vitória em Cristo, Magno Malta falou sobre as pregações feitas no programa Vitória em Cristo e de como Malafaia defende a família e valores morais ao se posicionar contra o PL 122/2006 e contra a legalização do aborto.
O senador aproveita a oportunidade para lembrar que se for aprovada essa medida do Ministério das Comunicações irá afetar esses líderes religiosos justamente como adiantou o ministro Gilberto Carvalho, da Secretaria-geral da Presidência da República, que durante o Fórum Social de Porto Alegre disse que o governo iria disputar as ideologias da classe C que é influenciada pelos telepastores.
Assista:

0 comentários:

Postar um comentário