Polêmica religiosa em TV pública pode dar programa para espíritas e indígenas

A decisão do Conselho Curador da TV Brasil
de retirar programas religiosos da programação da emissora continua gerando polêmica. As três atrações (duas católicas e uma evangélica) ainda estão sendo exibidas devido a uma decisão judicial, mas a administração do canal continua alegando que elas não refletem a realidade religiosa do Brasil. A ação recebeu duras críticas dos senadores Edison Lobão (PMDB-MA) e Marcelo Crivella (PRB-RJ).
Solução alternativa
Em meio a toda polêmica, a diretoria-executiva da TV Brasil decidiu enviar uma nova proposta na qual até as religiões minoritárias do país terão direito a 13 minutos na programação. Os beneficiados seriam os espíritas, indígenas, muçulmanos, judeus, budistas e o vasto campo classificado como "esotérico".

Notícias Cristãs com informações do JB

0 comentários:

Postar um comentário