Situação continua tensa para cristãos em Bagdá

Situação continua tensa para cristãos em Bagdá
A situação piorou para os cristãos em Bagdá. Após um período de paz, a violência voltou a ser comum em Bagdá. Cristãos e muçulmanos foram mortos em uma série de ataques terroristas, que levaram médicos e hospitais ao limite.
Jerry Dykstra trabalha na Portas Abertas Estados Unidos e conta que um colaborador em Bagdá conseguiu enviar diversos e-mails falando da situação. “Ele sente muito pela cidade, e lamenta a falta de remédios nos hospitais”. “Ele afirma que se as vítimas chegam feridas aos hospitais, provavelmente não sairão de lá por causa da falta de remédios e de cuidado.”
O colaborador pediu algo especial para Dykstra: “Ore, porque os iraquianos não vêem a luz no fim do túnel. Na verdade, não conseguem enxergar nada. Precisamos orar para que a luz de Jesus Cristo lhes traga paz.”
Mais de 600.000 cristãos iraquianos foram desalojados desde 2003.
Fonte: Missão Portas Abertas
O Iraque ocupa 16ª posição na lista dos países perseguidos

0 comentários:

Postar um comentário